Domingo, 26 de Abril de 2009

Foi-nos proposto, no âmbito da nova área curricular não disciplinar, Área de Projecto, cujo objectivo primordial é a preparação do aluno para o mundo do trabalho, a realização de um trabalho com o tema à nossa escolha. Nesta disciplina, orientada pelo professor Paulo Melo, as competências essenciais a desenvolver visam, sobretudo, a aquisição de métodos de organização, o desenvolvimento da capacidade de autonomia e a adaptação ao trabalho em grupo.

O nosso grupo, inicalmente constituído por cinco elementos, Ana Carolina, Ana Sofia, Joana Leite, Vânia Miguel e Vera Fernandes, todas elas pertencentes à turma K do 12º ano da Escola Secundária da Maia, viu-se reduzido a quatro com a saída da Vânia.

Devemos confessar que foi difícil a escolha do tema. Pensamos fazer o trabalho sobre “Os Grandes Génios e a Sua Queda”, “Paranormal”, “Gastronomia”, entre outros, mas optamos por escolher o tema “Um Outro Olhar Sobre a Comunicação”. Inicialmente tínhamos apelidado este tema como “Mundos à Parte”, mas concordámos em mudá-lo, pois este pareceu-nos mais adequado e harmonioso. Decidimos escolher este problema uma vez que o achamos bastante interessante e adequa-se perfeitamente à nossa área. Como estudantes de Ciências Sociais e Humanas que somos, achamos que é do nosso interesse e responsabilidade elaborar um trabalho que seja tão pertinente como este.

O nosso trabalho vai debruçar-se sobre as várias formas de comunicação. Como é que pessoas com limitações sensoriais e psíquicas, nomeadamente cegos, surdos, mudos e pessoas afectadas pelo autismo, comunicam com o que os rodeia. Serão estas pessoas capazes de desenvolverem outras habilidades que lhes permitam comunicar e conhecer o mundo? Que condições tem a sociedade a seu dispor? Quais os preconceitos e as limitações a que são sujeitos? Estas são algumas das questões orientadoras que iremos, ao longo do trabalho, procurar responder.

Como suportes de pesquisa temos intenção de utilizar a Internet e os livros para consulta de informação. Pretendemos, também, fazer entrevistas com especialistas e pessoas afectadas pelas limitações referidas, assim como entrevistas de rua a fim de obter opiniões diversas sobre o assunto em causa.

Como trabalho final, iremos apresentar um vídeo documentário com as respectivas entrevistas. Este blog servirá para colocarmos toda a parte escrita do trabalho.

Qualquer sugestão será bem-vinda! Poderão contactar-nos através de um comentário no blog ou através do nosso mail: comunicarparaviver@sapo.pt

 

 

 


 

Publicado por Grupo 3 às 13:48